Marcas de Luxo e o Metaverso: um mercado de bilhões

A lista de espera por uma bolsa Birkin – um dos modelos mais conhecidos e de maior sucesso da Hermès – pode estender-se por anos, mas, para algumas pessoas, a única bolsa que eles querem é aquela em que nunca colocarão as mãos. Vamos falar das Marcas de Luxo e o Metaverso?

Os compradores destas peças virtuais recebem um NFT – é um tipo de token que representa algo único, um certificado virtual de propriedade executado na tecnologia blockchain . Com essa prova de autenticidade, este comprador pode exibir esta bolsa nas plataformas do Metaverso, onde milhares de usuários interagem por meio de avatares.

NFT Hermès

Pode parecer bobagem gastar dinheiro em luxos que você nunca poderá tocar, mas estes usuários usam estes “skins” para criar sua identidade online, assim como fazem no mundo real. E os executivos da indústria da moda estão levando a tendência a sério.

Como não há matérias-primas para comprar, as roupas virtuais das Marcas de Luxo e o Metaverso são lucro certo. Afinal, as roupas podem se parecer com qualquer coisa que um estilista queira; as limitações normalmente impostas pelos aspectos do mercado – ou mesmo pela gravidade ou lógica – acabam.

O “skin” passa a ser exclusivo e comprado apenas para um único avatar – como uma bolsa virtual da Gucci que foi vendida em maio de 2021 por mais que a mesma bolsa no mundo.

Porque o Metaverso está acontecendo agora?



Podemos dizer que existem alguns fatores: a adoção da tecnologia Blockchain, as experiências com a realidade aumentada e a revolução acelerada pela pandemia que estimulou as pessoas a se encontrarem e interagirem em espaços virtuais.

A mudança da marca do Facebook para Meta é o que chamou mais atenção do público em geral. No vídeo de apresentação, Mark Zuckerberg usou seu avatar para experimentar roupas, pagar artistas e até praticar esporte. “Avatares serão tão comuns quanto fotos de perfil, mas em vez de uma imagem estática, eles serão representações vivas em 3D de você, suas expressões, seus gestos”, explicou Zuckerberg.

Você terá um guarda-roupa com roupas virtuais para diferentes ocasiões desenhadas por diferentes criadores e a partir de diferentes aplicativos e experiências.

Há outra razão pela qual as marcas de luxo estão correndo para abraçar o mundo virtual: o mercado de revenda. Se a bolsa Birkin da Hermès é revendida, a marca não ganha um centavo com isso. Mas, com itens digitais, há uma grande oportunidade de receita contínua quando for revendida. Basta que o NFT inclua uma taxa de royalties ou divisão da receita em transações futuras, garantindo ao designer original uma porcentagem do que for pago.

nft dolce gabbana

Mas nada se compara aos esforços da Dolce & Gabbana. Em setembro de 2021, a marca revelou uma coleção vinculada aos NFTs. Quatro dos nove looks eram apenas virtuais. Vendido em leilão, esta coleção registrou o faturamento de mais de 5 milhões de dólares.

Semana de Moda no Metaverso

Quando você pensa na Semana de Moda de Nova York e Milão, provavelmente virá a sua mente modelos na passarela, primeiras fileiras com celebridades e centenas de jornalistas buscando a melhor entrevista.

Como seria a Semana de Moda no Metaverso?

A platforma Decentraland – que já falamos neste artigo – sediou em março de 2022 a Metaverse Fashion Week, com marcas como Tommy Hilfiger, Philipp Plein, DKNY, Dolce & Gabbana, Forever 21, Perry Ellis America, dentre outras.



O mais importante é como a Semana de Moda no Metaverso difere da realidade. Qualquer pessoa pode participar, abrindo caminho para a promessa da moda digital, diminuindo a exclusividade e permitindo que mais pessoas experimentem algo totalmente novo.

Mas o que é o Metaverso?



São plataformas na Internet que constroem mundos interativos. Atualmente, temos plataformas como o Sandbox, Decentraland, Roblox, – onde os usuários podem criar jogos e mapas -e o Fortnite – jogo de batalha multijogador que agora também é um espaço social e recentemente fechou um acordo com a Ferrari.

Leia também:

Entrar no Metaverso: quais equipamentos você precisa?